História
 

NOSSA HISTORIA

Nossa região, onde hoje se localiza o Município, foi primitivamente habitada pro índios da tribo Cataguases. Por volta de 1736, passou pelo local D. Antônio Luiz de Távora, Conde de Sazerdas, viajando com sua comitiva em direção à Goiás, quando teve de acomodar-se à margem direita do Rio Pirapetinga devido a um forte temporal, lá ficando por alguns dias. Sua esposa, que estava grávida e fazia parte da comitiva, estava prestes a ter o filho. O Conde fez então uma promessa que, se o parto corresse por bem, construiria uma capela e mandaria trazer de Portugal uma imagem de Nossa Senhora do Bom Sucesso. Em cumprimento à promessa feita, mandou o Conde que se erguesse a capela, mandando vir na mesma época, a imagem da santa. Em torno da capela, formou-se um pequeno povoado, que passou a chamar-se Campanha de Trás da Serra de Ibituruna do Rio Grande Pequeno.

Em torno da capela, formou-se um pequeno povoado, que passou a chamar-se Campanha de Trás da Serra de Ibituruna do Rio Grande Pequeno.

No período de 1815 a 1822, o povoado progrediu sensivelmente, aumentando a população e baseando sua economia na lavoura e no comércio, já contando nesta época com várias escolas. Em 1883, foi elevado a município e em 1887, recebeu um prolongamento da Estrada de Ferro Oeste de Minas, trazendo novo progresso ao município. Entretanto, a crescente prosperidade econômica do local foi abalada pela mudança radical no tipo de trabalho humano, provocada pela Lei Áurea em 1888, somente sendo normalizada algum tempo mais tarde.

O topônimo originou-se de homenagem à padroeira do município, Nossa Senhora do Bom Sucesso.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA:

Vila e Município de Bom Sucesso criados por Lei Provincial nº 1883, de 15 de julho de 1872 - art. 1º, desmembrado do Município de S. João del Rei, composto dos Distritos de S. João Batista, do Município de Oliveira e S. Tiago, do Município de S. José del Rei (mais tarde Tiradentes). Instalada em 30 de dezembro do ano de 1872.


Cidade por Lei provincial nº 2002, de 15 de novembro de 1873.

Em divisão administrativa referente a 1911, o Município de Bom Sucesso se compõe de 4 Distritos: Bom Sucesso, criado por res. de 4 de dezembro de 1824 e por Lei Estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891; S. Tiago, Santo Antônio do Amparo e S. João Batista. Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o Município de Bom Sucesso figura com os mesmos distritos citados na divisão de 1911.

Por Lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, o Município de Bom Sucesso sofreu as seguintes modificações: perdeu o Distrito de S. João Batista, transferido para o Município de Oliveira; Adquiriu o Distrito de S. Gonçalo do Ibituruna, desmembrado do Município de S.João del Rei - e o distrito da sede perdeu território que constituiu o Distrito de Macaia, no mesmo Município de Bom Sucesso. Por efeito da citada Lei nº 843, o Município de Bom Sucesso ficou composto dos Distritos de Bom Sucesso, Santo Antônio do Amparo, Ibituruna (antigo S. Gonçalo do Ibituruna), S. Tiago e Macaia.

Em divisão administrativa referenda ao ano de 1933, o Município de Bom Sucesso se compõe de 5 Distritos: Bom Sucesso, Ibituruna, Macaia, Santo Antônio do amparo e S. Tiago.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-Lei Estadual nº 88, de 30 de março de 1938, o Município de Bom Sucesso compreende o único termo judiciário da comarca de Bom Sucesso e permanece com 5 Distritos: Bom Sucesso, Santo Antônio do Amparo, Ibituruna, Macaia e S. Tiago. Pelo Decreto Estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938, o Município de Bom Sucesso perdeu o Distrito de Santo Antônio do Amparo para o novo Município de santo Antônio do Amparo. Em 1939-1943, o Município de Bom Sucesso é composto dos Distritos de Bom Sucesso, Ibituruna, Macaia e S. Tiago - e é termo da comarca de Bom Sucesso, formada de 1 único termo, Bom Sucesso.

Em virtude do Decreto-Lei Estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943, que fixou o quadro territorial para vigorar no qüinqüênio 1944-1948, o Município de Bom Sucesso ficou composto dos Distritos de Bom Sucesso, Ibituruna, Macaia e S. Tiago, e constitui o único termo judiciário da comarca de Bom Sucesso, termo este formado pelos Municípios de Bom Sucesso e Santo Antônio do Amparo. Aparece no quadro fixado pela Lei nº 336, de 27-XII-1948 para vigorar em 1949-1953, composto dos Distritos de Bom Sucesso, Ibituruna e Macaia, menos S. Tiago.

Elevado à categoria de município pela mesma Lei. Permanecem com os Distritos de Bom Sucesso, Ibituruna e Macaia no quadro fixado pela Lei nº 1039, de 12-XII-1953 para o período de 1954-1958.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Gentílico: Bom-sucessense.



 




Links
Eventos
Facebook
% % % % Total de votos

 


 
 
Prefeitura Municipal de Bom Sucesso-MG
 Praça Benedito Valadares, 51
Bairro: Centro - Bom Sucesso-MG - CEP: 37220-000
Telefone: (35) 3841-1207
email: prefeitura@bomsucesso.mg.gov.br
www.bomsucesso.mg.gov.br
Versão 2.0